• Kel Montanari

Bernardo | acompanhamento bimestral | 3 meses | Vila Anastácio

Primeiras gargalhadas, ficar durinho, ouvir e responder, interagir, babadores já fazem parte do look, porque começam a babar um monte, a mão na boca, as pernocas gorduchas... cada vez mais gostoso e interagindo mais.


Você sabia que o bebê com 3 meses já permanece mais tempo acordado e se interessa pelo que existe ao redor, além de ser capaz de girar a cabeça na direção do som que ouviu e começar a ter mais expressões faciais que podem indicar alegria, medo, indecisão e dor, por exemplo. A voz da mãe, por ser o som favorito do bebê, é a melhor opção para acalmá-lo durante o choro que pode acompanhar o descobrimento do que está em volta.

Neste período também podem surgir as primeiras lágrimas, pois as glândulas lacrimais já começam a funcionar, além de ser o último mês das cólicas intestinais. ( uhu ! )


No 3° mês o bebê começa o desenvolvimento da coordenação motora de braços, pernas e mãos. O bebê poderá movimentar os membros de forma simultânea, unir as mãos e abrir os dedos, além de levantar a cabeça e de sacudir os brinquedos, sorri ao ser estimulado e pode soltar gritinhos. Além disso, se o bebê estiver sozinho, é capaz de procurar por alguém com os olhos. Isso é um novo mundo! Um bebê tão diferente de 20 dias atrás.


Os gritinhos, a conversa na língua dos bebês é a coisa mais gostosa. Minha parte preferida do ensaio foi na cama dos pais, de barriga pra baixo, que já percebemos como ele faz força e segura bem o pescoço e corpinho.